Home

GOVERNO DO RN
Um novo estudo feito por pesquisadores do Centro Médico da Universidade de Leiden, na Holanda, em 290 pacientes com doença cardíaca que usam aspirina, sugere que as pílulas podem ser mais eficazes se tomadas antes de dormir.
Segundo a pesquisa, os eventos cardiovasculares são cerca de três vezes mais prováveis ​​de ocorrerem na parte da manhã, quando a pressão arterial e atividade plaquetária estão tipicamente em seus níveis mais elevados.
Tomar uma aspirina por dia, sob orientação médica, ajuda a diluir o sangue e evitar que as plaquetas se aglomerem, reduzindo a probabilidade de ataques cardíacos e derrames.

Poste um comentário

comente aqui..