Home

GOVERNO DO RN
Da Tribuna do Norte
O Ministério Público do Estado e o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte pagarão, juntos, cerca de R$ 18 milhões em benefícios atrasados a promotores e magistrados. A soma é referente ao auxílio-alimentação retroativo ao período de 2006 a 2011. O MPRN confirmou, por intermédio da assessoria de imprensa, o depósito de R$ 7 milhões na folha de pagamento de dezembro. E o TJRN, logo que tenha recursos em caixa, deverá pagar R$ 10.994.886,48, já empenhados. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência do Tribunal e foram confirmados pela assessoria de comunicação da instituição.

Poste um comentário

comente aqui..