Home

GOVERNO DO RN
Batizada de Tapirus kabomani por Mario A. Cozzuol, da Universidade Federal de Minas Gerais, a nova espécie é a menor de todas as antas , pesando cerca de 110 kg em comparação com 320 kg da ​​anta sul-americana. 
Os caçadores locais ajudaram a identificar o animal em fotos tiradas de uma câmera. "Com base no conhecimento dos povos locais e em nossas próprias observações, parece que a nova espécie não é rara na região do alto rio Madeira, no sudoeste da Amazônia brasileira, onde mosaicos de floresta e manchas de savana aberta estão presentes", escreveram os pesquisadores. 
Ainda não foi possível estimar o tamanho da população do T. kabomani, mas eles notam que todas as outras espécies de anta são consideradas vulneráveis ​​ou ameaçadas de extinção."É, portanto, urgente determinar o estado de conservação, distribuição geográfica, e os requisitos ambientais desta espécie, para entender como ela é afetada pelas atividades humanas", escreveu Cozzuol.

Poste um comentário

comente aqui..