Home

GOVERNO DO RN
Sebastián Marroquín, que na verdade chama-se Juan Pablo Escobar Henao, filho do barão da droga Pablo Escobar morto em 1993, está causando polêmica na europa com um tipo de comércio bem diferente do enveredado pelo seu pai. 
Marroquín se tornou um empresário de moda e confecciona camisetas com a imagem de seu pai e mensagens de paz. Desde 2009 vem sutilmente deixando o anonimato quando lançou um documentário chamado Pecados de meu pai, onde pede desculpas para os filhos de ex-candidato presidencial Luis Carlos Galan e ex-ministro da Justiça Rodrigo Lara Bonilla, assassinado a mando de Escobar.  
O documentário foi premiado e na Colômbia teve um grande impacto pelo que representou para um país que lutou por 30 anos contra o narcotráfico
Mesmo assim, a Colômbia, pais de origem de Escobar, proibiu a comercialização das camisetas por respeito às vítimas do narcotraficante.
Marroquín defende os seus produtos e insiste que não justifica o crime. "Os passos de Pablo Escobar não devo seguir, que é o que eu procuro transmitir nas roupas", disse.
A polêmica está lançada.
Detalhe: cada camiseta custa de $60 a $95 dólares.


Poste um comentário

comente aqui..