Home

GOVERNO DO RN
O Brasil está bem perto de ser o primeiro parceiro comercial de Cuba suplantando a Venezuela.
Ontem, a presidente Dilma Rousseff esteve na ilha de Fidel Castro para inaugurar um mega-porto que consumiu US$ 957 milhões financiados pelo BNDES. "O Brasil quer se tornar o principal parceiro de Cuba ", disse Dilma durante seu discurso.
As críticas dos oposicionistas brasileiros não intimidaram o governo que deseja ter no porto um ponto de apoio para as exportações para os Estados Unidos, frente à iminente queda do embargo comercial à ilha caribenha.
Segundo Luis Fernando Ayerbe, coordenador do Instituto de Estudos Econômicos Internacionais da Unesp disse à BBC-Brasil, desde o governo Lula, o Brasil tenta se tornar o segundo maior parceiro comercial de Havana depois da Venezuela.
De acordo com ele, o interesse maior do governo cubano no Brasil está em sua capacidade de realizar grandes investimentos na área industrial. "A capacidade da Venezuela é energética, ela não tem capacidade de fazer essas obras", disse Ayerbe.

Poste um comentário

comente aqui..