Home

GOVERNO DO RN
A Inglaterra está sendo palco de uma gritante violência contra a vida e a mulher.
Fortes indícios levam a crer que existe naquele país a prática de abortos ilegais e discriminatórios contra fetos do sexo feminino, praticados por determinados grupos étnicos.
Segundo estatísticas oficiais, houve uma quebra na relação de bebês masculinos e femininos 50:50  levando a uma redução de 1.400 a 4.700 crianças do sexo feminino e conduzindo a possibilidade de se estar praticando abortos seletivos depois de identificado o sexo dos fetos. 
Cerca de 10 por cento dos 190 mil abortos realizados na Inglaterra e no País de Gales em 2011 ocorreu após 13 semanas de gestação, quando os órgãos sexuais do feto são visíveis a partir da ultra-sonografia.
A denúncia feita pelo jornal Independent.
Uma porta-voz do Departamento de Saúde disse ao Telegraph: "Está muito claro que o aborto por motivos de seleção de sexo é contra a lei e completamente inaceitável".

Poste um comentário

comente aqui..