Home

GOVERNO DO RN
A assessoria de comunicação da Polícia Federal desmentiu informação prestada pelo Portal Uol de que o ex-presidente da Cãmara dos Deputados, João Paulo Cunha (PT) havia se entregado.
Pelo twitter @agenciapf o órgão disse que houve equívoco na informação prestada por assessor da PF. "A PF não recebeu o mandado de prisão e ele não se apresentou", diz o texto.
A PF já solicitou a correção da nota e disse que "as informações oficiais da PF sobre cumprimento de mandados de prisão da AP 470 somente são divulgadas neste perfil".

Poste um comentário

comente aqui..