Home

GOVERNO DO RN
O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) suspendeu pregão eletrônico de n.º 11/2013, por meio do qual o Ministério Público Estadual (MPE) visava adquirir 300 trituradores de papel. A empresa vencedora do certame – Eba Office Acessórios para Escritório, Fragmentadoras, Automação Comercial – não teria preenchido os requisitos da concorrência, motivo pelo qual a empresa Fragcenter Comércio e Serviços Ltda fez a denúncia ao TCE/RN. O relator do processo, conselheiro Gilberto Jales, disse visualizar indícios de irregularidades no procedimento.

A decisão que suspendeu o pregão oriundo da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ/RN) foi proferida na sessão do Pleno de 19 de dezembro. Na ocasião, os conselheiros, à unanimidade, e em consonância com o Ministério Público junto ao TCE, seguiram entendimento do relator. A Fragcenter informou, na denúncia, que enquanto o edital exigia nível de fragmentação de número cinco, mas a Eba Office admitiu oferecer o serviço no nível quatro.

Leia mais aqui 

Poste um comentário

comente aqui..