Home

GOVERNO DO RN
Polêmica na França. Até onde vai o direito de expressão???
Um menino de oito anos de idade foi interrogado pela polícia após dizer: "Eu não sou Charlie. Eu estou com os terroristas". 
Ahmed e seu pai foram convidados a irem a uma delegacia de polícia em Nice prestar esclarecimentos. 
A associação islâmica moderada disse que o interrogatório era a prova de uma "histeria coletiva", já que 17 pessoas morreram em ataques terroristas em Paris há três semanas.
O ministro da Educação, Najat Vallaud-Belkacem disse que a escola do menino tinha reagido "com toda a razão", após informar seu comportamento para a atenção das autoridades da educação e da polícia. Ele disse que não havia nenhuma questão de uma ação legal contra a criança, mas que a denúncia tinha sido feita contra seu pai por uma atitude supostamente "brutal" para com os funcionários da escola.
Argumentos a favor e contra o questionamento de Ahmed se tornaram o assunto mais quente em mídia social francesa durante a maior parte do dia.
Em 8 de janeiro, um dia após o ataque a Charlie Hebdo, Ahmed recusou-se a tomar parte em um de dois minuto de silêncio em todo o país.

Poste um comentário

comente aqui..