Home

GOVERNO DO RN
A medida já está oficializada desde o dia 31 de janeiro, quando o decreto sobre o assunto foi publicado no Diário Oficial e é resultado das reivindicações levadas ao governador pelo presidente do Sincopeças, Itamar Manso, junto a outros representantes do comércio potiguar.
"Defendemos que não houvesse a cobrança e o governador foi sensível em não taxar o setor de peças. Ele assumiu uma oneração compatível para toda a cadeia do setor de autopeças", declara Itamar.
A desoneração se destina apenas ao mercado de reposição abrangendo cerca de 500 itens, não incluindo compra e venda de veículos, e deve atingir positivamente cerca de 2 mil empresas do setor tanto no atacado quanto no varejo.
Com a majoração diferenciada , o setor no estado se torna mais competitivo. O presidente do Sincopeças destaca que o Rio Grande do Norte saiu na frente com esta iniciativa, visto que os outros estados não adotaram tal medida.
 "Tivemos ganhos em relação a Paraíba e Pernambuco que são nossos concorrentes porque eles assumiram o protocolo e estão taxando em 30%. Com isso nos tornamos mais competitivos e mais fortes", relata.

Poste um comentário

comente aqui..