Home

GOVERNO DO RN
O grupo terrorista Estado Islâmico - ISIS divulgou um comunicado hoje afirmando que Kayla Mueller, uma refém americana que estava sob domínio do grupo foi morta após um ataque aéreo jordaniano feito recentemente.
O comunicado, que circulou no Twitter, disse que o ataque feito na cidade de Raqqa, Síria, matou a jovem de 26 anos. A declaração usou o nome completo de Mueller, que não era público.
A informação não pôde ser imediatamente confirmada porque o ISIS não forneceu provas fotográficas da morte de Mueller, como o grupo fez no passado com outros reféns e seus próprios membros.
Kayla, do Arizona, foi sequestrada na Síria em agosto de 2013.

Poste um comentário

comente aqui..