Home

GOVERNO DO RN
Com o "devido respeito", coisa de quem não tem o que fazer.
O Senado brasileiro está há 3 dias discutindo cargos complementares na Mesa Diretora da casa, como se não houvesse mais nada de importante a fazer.
A "briga" pelos espaços promoveu até um racha no PSDB, que pelo critério da proporcionalidade teria o direito à indicação da Primeira-Secretaria, uma espécie de prefeitura do senado.
Pois bem, o partido encaminhou o nome do senador catarinense Paulo Bauer, enquanto o presidente Renan Calheiros convidou a senadora goiana Lúcia Vânia. Ambos PSDB.
Formou-se o impasse.
Imaginem. Ainda existem mais 10 cargos a preencher.

PSDB retira candidatura à  Primeira-Secretaria
O senador Aécio Neves informou ao plenário do Senado que seu partido está retirando-se da disputa pela primeira-secretaria da casa.
Aécio disse que Renan Calheiros atropela o quesito da proporcionalidade e dessa forma deve "governador com os 61%" daqueles que o elegeram, perdendo uma grande oportunidade de conciliar seus pares.
Atualizado às 18:52

Poste um comentário

comente aqui..