Home

GOVERNO DO RN
Uma Auditoria feita pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) constatou que o RN não conseguiu executar integralmente o programa de esgotamento sanitário relativo ao período de 2008 a 2011 e deixou de investir cerca de R$ 337 milhões.
Segundo o TCE, deficiências no planejamento, na execução e no acompanhamento do programa foram as causas.
O corpo técnico do órgão sugeriu que o TCE determine à Companhia de Abastecimento de Águas e Esgotos (CAERN), Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), Secretaria do Gabinete Civil e Controladoria Geral do Estado a apresentação de um plano de ação no prazo de 60 dias para sanar os problemas encontrados. 
Saiba mais aqui.

Poste um comentário

comente aqui..