Home

GOVERNO DO RN
Collor e Lindbergh Faria. Colegas no Senado e na Lava Jato
O senador petista  Lindbergh Faria admitiu em reportagem à Folha de São Paulo que teve um encontro com o delator da Operação Lava Jato, Paulo Roberto Costa, em 2010, e pediu para este intermediar um encontro com empreiteiros. "Eu sabia que era uma pessoa muito bem relacionada na Petrobras e perguntei se ele conhecia alguma empresa que pudesse me receber. Ele ligou para alguém da Andrade Gutierrez e pediu para me receber", disse o senador.
Ele ainda disse que esteve com Otávio Azevedo, presidente da construtora, por outras vezes.
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que Faria "tinha conhecimento do caráter ilícito dos valores recebidos, pois não haveria qualquer justificativa lícita razoável" para recorrer a Costa.
Ex-líder estudantil, Lindbergh Faria apareceu na política como cara píntada em ato pelo impeachment de Collor em 1992. Agora está citado num escândalo com o ex-presidente, seu colega no senado.

Poste um comentário

comente aqui..