Home

GOVERNO DO RN
No Blog de Carlos Brito, de Petrolina
Os maiores produtores de frutas de Pernambuco já estão em Brasília. Eles tentam uma solução para que não falte água no maior pólo produtor de frutas do Brasil.
Há muito tempo os produtores irrigados de Petrolina solicitam que a Companhia de de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) tome providencias para evitar um colapso que se anuncia: A falta d’água para o perímetro Nilo Coelho.
A situação se agrava e, pelo estudo do Operador Nacional do Sistema (ONS), o volume útil será zero no mês de agosto, se a vazão do Lago de Sobradinho, norte da Bahia, permanecer em 1.100m³ por segundo.
O chamado volume útil significa zero disponibilidade para bombeamento e, se continuar assim, bem antes do previsto, já vai faltar água para irrigação. Isso significa milhões de reais em prejuízo e milhares de desempregados.
“Na melhor hipótese começa o déficit em julho, na pior em junho com crise estabelecida”, afirmam os agricultores.
Os produtores de Petrolina querem discutir nesta terça (24) em Brasília com a Codevasf algumas alternativas já levantadas e nesta quarta (25), apresentar uma ideia única ao Ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi.
Os produtores precisam de muito dinheiro e pouco tempo para fazer um flutuante que pode garantir o fornecimento de água. Ainda há divergências quanto ao valor dessa obra e estimativas apontam para algo no valor de R$ 110 milhões.
Para tratar do tema, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) já confirmou uma audiência pública do senado federal em Petrolina no próximo dia 10 de abril.
A reunião acontecerá às 11h desta quarta-feira, no gabinete do Ministro da Integração, em Brasília.

Poste um comentário

comente aqui..