domingo, 20 de janeiro de 2019

16 Assembleias Legislativas praticam "rachid"


Reportagem do Estadão cita as Operações Canastra Real e Dama de Espadas, que ocorreram na Assembleia Legislativa do RN, em 2015, como exemplos de investigações realizadas em parlamentos estaduais, alvos de irregularidades relacionadas a salários e gratificações de servidores dos gabinetes.
Segundo a matéria, ao todo são pelo menos 16 assembleias legislativas em todo o país.
Costuma ser recorrente o que se convencionou a chamar de “rachid” – quando um servidor público divide parte do vencimento com o chefe ou empregador. Dos 16 Estados, sete têm investigações nesse sentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário