quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Tatiana esclarece ação para receber salário devido pelo estado


"Promovi uma ação judicial para receber a remuneração que me é devida, pelo trabalho que desenvolvi como Secretária-Chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado.

O fato de receber com atraso é compreensível diante da crise financeira que o Estado enfrenta.

Foi a quebra da ordem cronológica que me motivou. Porque o salário dos atuais Secretários deve preterir os salários dos auxiliares do Governo passado?

O Governo não é personalíssimo. Não se pode escolher a quem pagar, apenas pelo critério temporal.

E essa não é uma luta exclusivamente minha. É uma luta de todos que não receberam salários em novembro e dezembro e são incontáveis as ações propostas e as liminares deferidas.

Sabia que a ação promovida teria enorme repercussão. Não tenho receio de me expor quando acho que a luta é justa.

E a justiça não está apenas em receber salário atrasado, mas em receber antes de quem trabalhou depois, ou de quem sequer trabalhou.

_*Tatiana Mendes Cunha*_

Nenhum comentário:

Postar um comentário