quinta-feira, 9 de maio de 2019

Fátima não aceita que a reforma da previdência seja moeda de troca

Começou o debate... 
O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou ontem à Câmara dos Deputados para convencer os parlamentares de que a reforma da Previdência é boa e precisa ser aprovada sem delongas. O ministro foi pródigo em frases feitas. A “velha previdência” é um sistema condenado à falência, falou. No final, adjetivou mais: A “velha previdência” é uma “fábrica de privilégio”, “perversa”, uma “armadilha”. 


.. da Reforma da Previdência 
Em segundo momento, coube ao potiguar e ex-deputado Rogério Marinho, hoje Secretário de Previdência, fazer a explanação dos números. De pé para o auditório, tal qual um professor de cursinho, RM usou toda a verve para vender o produto tal qual comprou. Foi bastante didático. 




Moeda de Troca
Aliás, durante a reunião dos governadores com o presidente Bolsonaro ontem em Brasília, o governo mais uma vez adiou a tomada de posição sobre a pauta federativa, pacote de projetos que ajudará no equilíbrio fiscal dos Estados. Fátima Bezerra considerou “inaceitável” que o governo federal queira condicionar o atendimento aos pleitos à aprovação da reforma da Previdência.

Tribuna do Norte, 09 de maio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário