domingo, 9 de junho de 2019

Sem crédito extra, Bolsonaro diz que vai suspender benefícios

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro durante evento no Palácio do Planalto — Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado (8) que terá de suspender, a partir do dia 25 de junho, o pagamento de benefícios a idosos e pessoas com deficiência caso o Congresso não aprove o projeto que libera crédito extra de R$ 248,9 bilhões ao governo.

Bolsonaro fez a afirmação em uma rede social e acrescentou que, se a proposta não for aprovada pelos parlamentares, outros programas podem ficar sem recursos nos próximos meses. Ele citou o Bolsa Família, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e o Plano Safra.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário