quarta-feira, 7 de agosto de 2019

TJ vai apressar julgamentos de violência contra a mulher

Resultado de imagem para feminicidio gravura
Feminicídio, não!!
O Tribunal de justiça do RN quer apressar seus julgamentos em casos relacionados à violência contra a mulher.
As ações do Grupo de Apoio às metas do Conselho Nacional de Justiça foram ampliadas com o objetivo de permitir a realização de audiências e o julgamento de ações relacionadas ao feminicídio e à violência doméstica e familiar contra a mulher.
Coluna Rosalie Arruda
Tribuna do Norte, 07 de agosto

Nenhum comentário:

Postar um comentário