sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Advogado cearense vai à Justiça pedir interdição de Bolsonaro por "insanidade mental"

Resultado de imagem para cearense Antonio Carlos Fernandes
O mesmo advogado que conseguiu derrubar um decreto do então presidente Michel Temer (MDB) contra um desmatamento na Amazônia, em agosto de 2017, agora volta à Justiça Federal para pedir a interdição de Jair Bolsonaro (PSL). 
A reportagem é de Dimitri Túlio para o Povo.
Na manhã desta sexta-feira, 6, véspera do feriado da Independência do Brasil, o cearense Antonio Carlos Fernandes, 69, entrou com uma ação popular. “É um instrumento legal que os brasileiros pouco usam”, disse.
Na ação popular, protocolada na 21ª Vara Federal Cível do Distrito Federal, o advogado argumenta que Jair Messias Bolsonaro “demonstra a cada dia, de forma notória, não possuir o necessário discernimento e equilíbrio mental para os atos da vida política imposta pelo alto cargo que ocupa”.
Veja aqui a matéria completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário