terça-feira, 15 de outubro de 2019

Governo e Codern se unem em busca de recursos da União para recuperação dos portos

A articulação em busca de recursos para recuperação dos portos de Natal e de Areia Branca foi o tema da reunião realizada nesta terça-feira (15), na Governadoria, com a governadora Fátima Bezerra, o vice-governador Antenor Roberto, secretários de Estado, o diretor-presidente da Companhia Docas do RN (Codern), almirante Elis Treidler Öberg, o presidente da Federação das Indústrias do RN (Fiern), Amaro Sales, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Portuários, Silvano Barbosa.

A notícia recente do descontingenciamento de recursos na ordem de R$ 7 bilhões, pelo Ministério da Infraestrutura, sinalizou a esperança quanto à liberação da emenda de autoria da então senadora Fátima Bezerra, de R$ 54 milhões, aprovada pelo Orçamento da União para 2019, destinada à recuperação do Porto Ilha/Terminal Salineiro (Areia Branca).

Por sugestão da governadora, a presidência da Codern irá remeter uma carta ao ministro Tarcísio Freitas (Infraestrutura), a qual ela endossará através de contato pessoal, solicitando a liberação dos recursos da emenda (ou parte deles), para que o Porto Ilha, um dos principais meios de escoamento da produção salineira, de frutas e de pescado do estado, seja recuperado. 

“Considerei a reunião extremamente positiva dada a possibilidade de obtenção de recursos para investimentos não só para o porto de Areia Branca, mas para o porto de Natal também, visando que a gente possa manter nossa competividade aqui como fator fundamental para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte”, declarou Öberg.

Além da solicitação da liberação dos R$ 54 milhões para 2019, a Codern irá sugerir uma emenda de no mínimo R$ 40 milhões, para a reestruturação portuária do RN. Segundo o presidente da Companhia, o RN perdeu cerca de 15% das operações de fruticultura para o Ceará. “Atualmente 60% da nossa produção vai para lá. Precisamos urgentemente fazer melhorias para atrair de volta as operações”, disse o almirante.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário