terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Modernização: São Gonçalo passará a usar integração em todas as linhas do transporte público municipal

Dando continuidade a modernização do transporte público coletivo de São Gonçalo do Amarante/RN, única cidade da Grande Natal com transporte público licitado, a Cooperativa de Transportes da Grande Natal (Cooptagran), em parceria com a Prefeitura Municipal, está implantando o Sistema de Transporte Integrado (STI) que vai permitir que terminais e linhas sejam integradas com uma passagem única, a partir do dia 14 de dezembro deste ano.

Atualmente, para que um morador do bairro Jardins possa chegar ao Centro da cidade, é preciso pagar duas tarifas. Com a implantação do STI ele poderá fazer integração, em qualquer ponto do município, e chegar ao Centro pagando apenas uma tarifa, que hoje custa R$ 3,60. O tempo para realizar o transbordo será de 60 minutos após embarque, com o cartão RN Card.

Dessa forma serão beneficiados os moradores das comunidades Serrinha, Cidade das Rosas, Cidade das Flores, Jardim Petrópolis, Passagem da Vila, Ruy Pereira, Santo Antônio e Novo Santo Antônio. A integração não é válida para retorno de viagens, apenas prosseguimento.

“O projeto vai melhorar a mobilidade urbana. E para conseguir realizar a integração de 100% das linhas interbairros, foi necessário fazer alterações na malha viária, o que prontamente fomos apoiados pelo Poder Público. A gestão municipal foi fundamental para mais esse avanço no transporte público”, destacou Rubens Marques, presidente da Cooptagran.

Já os usuários das linhas 01 (Padre João Maria), 03 (Pajuçara), 04 (Guanduba) e 08 (Aeroporto) passarão a fazer integração na Estação de Transferência Central, localizada na Rua Rodolfo Luiz de Albuqueruqe, em frente à Secretaria Municipal de Educação, para se deslocar até Igapó ou demais regiões.


Nessas linhas, em específico, quem não possui o cartão RN Card, necessário para a operação, usará a estação de transferência para fazer o transbordo sem cobrança de uma segunda tarifa. Com isso, a frequência de ônibus nessas comunidades passará a ser, em média, de 25 minutos, hoje é de 40 minutos.

fonte:Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário