domingo, 26 de janeiro de 2020

Nova etapa de desratização é iniciada na Orla

De acordo com o Chefe do Centro de Controle de Zoonoses, Alessandre de Medeiros, também é necessário empenho da população no combate aos ratos. "É preciso que as pessoas mantenham a cidade limpa, pois os ratos necessitam de água, alimento e abrigo para sua reprodução", indica. A população pode denunciar incidências através dos telefones 3232-8237 e 3232-8235

O raticida é aplicado na segunda fase, prevista para acontecer de 03 a 07 de fevereiro. Ele é implantado em armadilhas fechadas, escondida entre pedras, bueiros, áreas de esgoto e locais onde há metralha no solo. O procedimento é realizado de modo a não haver contato direto do veneno em áreas de proteção ambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário