segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Sargento brasileiro preso com cocaína na Espanha é condenado

Sargento da Aeronáutica brasileira Manoel Silva Rodrigues, que foi detido na terça-feira (25) no aeroporto de Sevilha, na Espanha — Foto: Redes sociais/ Reprodução TV Globo
O sargento da Aeronáutica, Manoel Silva Rodrigues, que foi detido em 2019 na Espanha com 39 quilos de cocaína, quando viajava como parte da tripulação de apoio do presidente Jair Bolsonaro, foi condenado nesta segunda-feira, 24, a cumprir seis anos de prisão".
Segundo reportagem do G1, o militar ainda terá que pagar uma multa de 2 milhões de euros (cerca de R$ 9,5 milhões).
No tribunal, o sargento admitiu que carregava 37 pastilhas de cocaína na mala e que a droga foi entregue a ele no Brasil. "Quem me entregou me disse que seu destino era a Suíça e que eu deveria levá-la para a Europa", disse Manoel, explicando em seguida que no dia de sua prisão, teve que ir a um shopping para levar a droga a um outro homem que ele não conhecia.
De acordo com o militar, essa foi "a primeira e única vez em sua vida que ele fez um ato tão errado".

Nenhum comentário:

Postar um comentário