sábado, 21 de março de 2020

Transplante de Órgãos no RN muito aquém do necessário

Transplantes em baixa
O Rio Grande do Norte está muito aquém de atingir a quantidade de transplantes de órgãos que sua população necessita. 
Segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos-ABTO, o estado não realiza transplantes de fígado, pâncreas, coração e pulmão.
A associação estima que exista uma demanda reprimida de 28 pessoas a espera de transplante de coração e/ou pulmão no estado.
Em 2013 e 2014 foram realizados cinco transplantes de fígado. 
De lá para cá, o RN saiu das estatísticas de transplantes desses órgãos.

O que é feito?
Ainda segundo a ABTO, em 2019 foram realizados 150 transplantes de córnea e 82 de rim no estado. 
Ainda assim, existe uma necessidade de 313 córneas e 209 rins.
Em todo o ano passado, o RN teve 217 potenciais doadores, no entanto, apenas 52 se tornaram efetivos. 
70 famílias se recusaram a doar os órgãos de seus entes mortos.
Ontem, o Ministério da Saúde autorizou o Hospital Rio Grande/Natal Hospital Center SA, a realizar a retirada e o transplante de coração.

Tribuna do Norte, 20 de Março

Nenhum comentário:

Postar um comentário