quinta-feira, 7 de maio de 2020

Relatos da Quarentena: O "bicho" vai pegar!!!!


 foto:ilustração


Eu hoje fui ao supermercado para fazer feira de estoque. Pelo App é de lascar, os preços e as opções. Chegamos as 7h10. Controle de temperatura, álcool na gente e no carro das compras, etc. Corri tanto que parecia que eu estava no supermercado em uma final de masterchef. Em cada corredor do supermercado eu olhava com receio de encontrar muita gente, de pegar em qualquer produto ou de alguém esbarrar em mim.

Cheguei cansada, muito cansada! Com meu emocional super abalado.

Me sinto culpada por sair, já que em tese não há necessidade. Achei tudo muito mais caro. Absurdamente mais caro.

Ilusória a compra presencial!

E me pergunto se valeu a pena correr o risco pela "economia", pelo "passeio" e a busca pela qualidade de um produto que não tenho acesso pelo site. 🤷🏽‍♀️

Chegando em casa é outra tensão!

Tirar a roupa, os sapatos, tomar banho, lavar cabelo, tirar as coisas dos sacos, colocar na bancada, passar álcool, lavar com sabão, limpar a bancada... Colocar os sacos em quarentena, a roupa dentro do saco por três dias. Afff

Agora eu olho para os lados achando que trouxe o "bicho" para casa em algum pacote, fruta ou em minhas mãos e sapatos, ou seja lá aonde ele possa se "esconder". Superrrr pirada, angustiada, fora da caixinha...

Meu marido não desce do carro! E quando eu entro acho que de nada adiantou eu ter ido e ele ter ficado no carro. Pq se eu pegar ele vai junto 😢

Após tudo isso eu me deitei com uma crise de consciência gigante. Fico sem ar, com tosse seca, dor no corpo. Chorei horrores! Enquanto isso, rezo pelos meus e pelos outros que precisam realmente irem para a rua.

E me culpo por ter ido, agradeço pq não preciso ir e peço proteção para os que precisam. Decidi que não saio mais. Foi o que disse no mês passado qdo fui ao supermercado, na semana passada qdo fui ao correio pq era necessário e assim seguimos. Preciso de uma dose de Rivotril com Gim Tônica, Gardenal com Cachaça ou de Valium com Whisk.

Bem, não sei se isso acontece com vcs mas, como tenho pouco, ou talvez muito juízo isso me atinge profundamente.

Se cuidem! Bjs

Cici Marinho

7 comentários:

  1. Essa crônica poderia ser assinada por muita gente,que apesar do medo,pânico e pavor dessa pandemia,ainda mantém à dignidade e empatia com o outro;por mais pessoas com o "juizo" da Cici Marinho!😉🌷😘

    ResponderExcluir
  2. Verdade! O vírus não atinge apenas o corpo, está atingindo as relações, os móveis, a consciência, o vilão, as emoções. Adorei o texto.

    ResponderExcluir
  3. Fique tranquila amiga..Se correr o "bicho" pega e se ficar o " bicho " come.

    ResponderExcluir
  4. ������������ Do outro lado do oceano é igual... Eu até vomitei a primeira vez que fui ao supermercado e não tinha ninguém... Vai tudo ficar bem Tia... Bjs

    ResponderExcluir
  5. Pois é, me sinto assim também. Que maneira divertida de falar sobre a pandemia! Amei!!!

    ResponderExcluir
  6. Isso se passa com qualquer um de nós que sair à rua. Talvez com menos intensidade, talvez.

    ResponderExcluir
  7. Me vi no texto e não sei se rio ou se choro kkkkkkkk melhor dar risadas pra manter a imunidade elevada! Parabéns pelo ótimo texto Cice?
    Abraço apertado VIRTUAL

    ResponderExcluir