quinta-feira, 25 de junho de 2020

Empresa do RN também se torna referência em ‘Segurança Sanitária’

Empregando cerca de 10 mil colaboradores em várias cidades brasileiras, a empresa potiguar Interfort Segurança se consolida como a maior companhia de segurança bancária do Nordeste, com atuação nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia e São Paulo, onde detém contratos com a Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Bradesco e Banco do Brasil. 

Apesar do cenário economicamente adverso impulsionado pela pandemia da COVID 19, a Interfort se expande também na região Sudeste, onde passará a atuar a partir do próximo dia 4 de julho, nas agências da CEF nas regiões de Sorocaba, Jundiaí Campinas e em São Paulo. Em tempos de Coronavírus, o grupo fez investimentos maciços em tecnologia e também se tornou referência em ‘segurança sanitária’.

“Hoje já temos 100 por cento das agências da CEF no Rio Grande do Norte, 100 por cento em Pernambuco e 80 por cento na Bahia, onde selecionamos cerca de mil funcionários”, comemora o empresário norte-rio-grandense, Edmilson Pereira de Assis, diretor-presidente do grupo Interfort.

Além de agências bancárias, a Interfort mantém em sua carteira de clientes de porte nacional, como a Siemmens Gamesa, Construcap, VLI, TIM, Western Union, Cervejaria Germânia, Net/ Claro/ Embratel, Hospital Inova Saúde, Bradesco, Pernambucanas, Sanasa Campinas, Banco do Brasil, UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte), UFPB (Universidade Federal da Paraíba), UFSCAR (Universitário Federal de São Carlos), Partage Shopping, Urbia, entre outras universidades e hospitais.


"Termos orgulho de ser uma empresa potiguar que, em tempos difíceis como esses, tem conseguido manter empregos, sem demissões, e implantar novos contratos em várias unidades federativas, inclusive em estados competitivos das regiões Sul / Sudeste”, ressalta Edmilson. 

SEGURANÇA SANITÁRIA

O grupo, que recentemente desenvolveu junto as agências da CEF a missão de ordenar e disciplinar as longas filas de pessoas que se formavam nessas instituições por conta do pagamento dos benefícios do governo federal, se especializou ainda em ‘segurança sanitária’, e foi a primeira empresa de segurança do país a oferecer aos seus clientes a tecnologia de ponta de um sistema de escaneamento facial, que permite identificar a contaminação pelo Coronavírus.

Essa tecnologia foi implantada pela Interfort na “Casas Pernambucanas”, um dos maiores grupos varejistas do Brasil, com mais de 150 lojas das regiões Sul/Sudeste.

"Temos investido muito em tecnologia. Esse sistema de controle de acesso foi uma inovação do grupo Interfort, que através de uma câmara inteligente, com reconhecimento facial e medição de temperatura, permite aos nossos clientes identificar eventuais portadores do Coronavírus que posteriormente são encaminhados para tratamento”, explica Edmilson Pereira.

FONTE: Assessoria de imprensa da Interfort

Nenhum comentário:

Postar um comentário