segunda-feira, 8 de junho de 2020

Omissão da Petrobrás agrava contaminações por Covid-19 no Polo de Guamaré

A Diretoria Colegiada do SINDIPETRO-RN, vem a público, mais uma vez, denunciar a falta de responsabilidade e cobrar medidas urgentes de proteção para trabalhadores do Polo Industrial de Guamaré que estão expostos a um surto grave de COVID-19, bem como em todas as bases da Petrobrás que estão em operação no Rio Grande do Norte.

Neste final de semana, o Sindicato tomou conhecimento de que a pandemia de coronavírus atingiu drasticamente a unidade do POLO de GMR. A exemplo do que aconteceu há alguns dias em plataformas marítimas e outras áreas terrestres do Estado as notícias são de que vem se agravando rapidamente os índices de contágio, devido à falta de medidas efetivas de prevenção e combate a COVID-19.

No momento já foram confirmados 19 casos na força de trabalho própria, sendo 6 casos na Manutenção e 13 casos na Operação. E, somente foram realizados testes em uma parte da turma que fechou o ciclo de 21 dias. Demais trabalhadores foram liberados para casa sem saber em quais condições estão com relação ao risco de contaminação pela doença.

Um quadro preocupante, também foi identificado com relação aos motoristas dos veículos que transportam os trabalhadores e trabalhadoras para áreas operacionais, tanto empregados próprios, quanto do setor privado. Sobre responsabilidades de superiores não estão sendo submetidos a testes e averiguação de sintomas, como foi observado pelo SINDIPETRO-RN no dia 2 de junho, por ocasião do embarque para o POLO de GMR e plataformas da empresa.

Em meio a tudo isso, o Sindicato fez várias cobranças solicitando providências rápidas a Companhia, por meio de documentos registrados e protocolados, desde o início desta Pandemia, e que, sequer, foram respondidos. O que nos leva a acreditar que é puro desprezo o que essa gestão, sob o comando de Castelo Branco, tem pelos trabalhadores e trabalhadoras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário