quarta-feira, 24 de junho de 2020

Temer, Sarney e Toffoli desistem do comício Direitos Já contra o governo Bolsonaro

 (Fotos: Marcos Correa/PR, Waldemir Barreto/Agência Senado e Divulgação/SCO/STF.)
O movimento Direitos Já, que foi criado um dia após a eleição de Jair Bolsonaro para a presidência da República, fará uma manifestação política através de sua página na internet nessa sexta (26), às 19 horas, que reunirá 100 lideranças políticas, de 16 partidos diferentes.
Os ex-presidentes Michel Temer e José Sarney que estavam escalados, desistiram de participar alegando que "nunca criticam sucessores". 
O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, também anunciado pelos organizadores, não participará.
A manifestação virtual contará com a presença de personalidades como Fernando Haddad, Guilherme Boulos, Luciano Huck e Fernando Henrique Cardoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário