terça-feira, 18 de agosto de 2020

Menina de dez anos entrou em hospital em porta-mala de carro enquanto médico distraía religioso

Grupo tenta forçar entra em hospital no Recife
A menina capixaba de dez anos vítima de seguidos estupros não precisou só viajar a outro estado para fazer valer o seu direito a um aborto. 
Ela também teve que se esconder no porta-malas de um carro para entrar no hospital no Recife (PE) enquanto o médico e diretor da unidade, Olimpio Moraes, atraía para o portão principal os fanáticos religiosos e políticos que se dividiam e bloqueavam todas as entradas para impedir a garota de realizar o procedimento.
YouTube encerra conta de Sara Giromini
A perseguição veio desde o aeroporto, onde anotaram a placa do veículo, conta Olimpio, o obstetra pernambucano que desde 1996 faz abortos pelo SUS e dirige o Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), o primeiro a realizar abortos legais no Norte-Nordeste.
Fonte: FolhaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário