quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Governo do RN se acerta com MDR sobre execução do Projeto Seridó

Projeto Seridó 
Ficou para a próxima semana a assinatura do convênio do Governo do RN com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), para a construção do Projeto Seridó. 
A governadora Fátima Bezerra cedeu o projeto Básico de Sistemas Adutores, elaborado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), ao perceber o interesse do Ministério da Integração Regional em assinar a construção da obra. 

Olho no peixe
Nas tratativas, ficou acertado que o governo do RN indicará um grupo para acompanhar todo processo de execução das obras que compõem o sistema. O estado também deverá figurar na placa de inauguração do complexo. Ao final do empreendimento, o patrimônio passa a compor o inventário do Estado do Rio Grande do Norte.

Cachimbo da paz
Acertado os ponteiros, o cachimbo da paz entre a governadora Fátima e o ministro Rogério Marinho, da Integração Regional, deverá ser aceso no ato de assinatura do convênio. 
Aplausos para a maturidade das partes. O RN só tem a ganhar.

Para R$ 280 milhões
O projeto Seridó, que não sai da boca dos deputados Vivaldo Costa, Nélter Queiroz e Francisco do PT, vai trazer segurança hídrica para aproximadamente 24 municípios e comunidades rurais no Seridó Norte e Sul. O projeto está projetado com um custo de R$ 280 milhões na implantação de sete adutoras, somando 300 km de tubulações para garantir o abastecimento das cidades seridoenses pelos próximos 50 anos.
Coluna Rosalie Arruda
Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário