segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Partidos do Centrão avançam nas capitais e interior do país; PT, PSDB e MDB amargam prejuízos

Perto de ser concluída, a apuração dos votos em todo o país mostra que os partidos do centrão avançaram sobre o eleitorado do MDB, que segue como a maior legenda, porém sem a força de antes — a partir de janeiro perderá 28,5% das prefeituras que comanda hoje. 

Com 99,5% das urnas apuradas, DEM, PSD, PP e Republicanos confirmam o crescimento já esperado, em razão da alta no número de filiados para esta eleição. O PP crescerá 53%, e o DEM, 60%. 

O fenômeno se repetiu nas câmaras municipais — foi o primeiro pleito sem coligações para o cargo de vereador.

Em movimento contrário, partidos tradicionais como PT e PSDB amargam prejuízos, embora tenham nomes em disputas de segundo turno: 178 petistas e 525 tucanos foram eleitos, números menores que há quatro anos. 

Já o PSL, partido pelo qual Jair Bolsonaro chegou à Presidência, elegeu apenas 85 prefeitos, nenhum nas grandes cidades.

fonte: O Globo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário