domingo, 13 de dezembro de 2020

Enfermeira ganha na justiça ação contra a Ebserh e mantém índice de insalubridade

Insalubridade
Uma enfermeira que presta serviços no Hospital Universitário da UFRN, em Santa Cruz, recebeu uma decisão favorável da justiça que servirá para toda a categoria. 
O juiz Vlademir Paes de Castro, da Vara do Trabalho de Currais Novos, considerou ilegal a redução da base de cálculo do adicional de insalubridade feita pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares nos vencimentos da servidora. 
MPF aciona empregado da Ebserh por acumulação ilegal de cargos públicos
Para o juiz, de forma inconstitucional, a empresa reduziu a base de cálculo para incidir sobre o salário-mínimo, prejudicando milhares de empregados públicos da saúde “que prestam serviços importantíssimos, inclusive na linha de frente do combate à pandemia da Covid-19”.
Coluna Rosalie Arruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário