segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

EUA retiram Sudão da "lista negra" do terrorismo

Os EUA retiram o Estado do Sudão da lista negra dos países patrocinadores do terrorismo, 27 anos depois de sua inclusão.
O anúncio foi feito pela embaixada dos EUA em Cartum.
O Sudão passou a compor lista em 1993, quando o líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden, morava lá como convidado do governo.
As relações entre os EUA e o Sudão melhoraram desde que o presidente Omar al-Bashir foi deposto após protestos de rua em massa no ano passado. 
A remoção do Sudão da lista foi determinada porque Trump quer que o país seja amigo de Israel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário