segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Explosão em petroleiro de Cingapura na Arabia Saudita pode ter sido retaliação

Uma explosão abalou um petroleiro de bandeira de Cingapura ao largo da cidade portuária saudita de Jeddah nesta segunda-feira, disse o proprietário do navio, no último aparente ataque a alvos do setor de energia no reino. 
Todos os 22 marinheiros a bordo do navio-tanque BW Rhine escaparam ilesos após a explosão que aconteceu logo após a meia-noite, disse a empresa de navegação Hafnia, com sede em Cingapura, mas não excluiu a possibilidade de derramamento de óleo. 
Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo suposto ataque até agora, mas ele ocorre no momento em que rebeldes Huthi apoiados pelo Irã no vizinho Iêmen intensificam ataques na fronteira contra alvos sauditas em retaliação a uma campanha militar de cinco anos liderada por Riad.

Nenhum comentário:

Postar um comentário