quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Projeto Merenda no Lar já beneficiou mais de 80% dos alunos da rede pública municipal de ensino de Natal


A Prefeitura de Natal segue com o trabalho de apoio e suporte nutricional aos alunos da rede pública municipal de ensino durante a pandemia, agora com a segunda etapa do programa “Merenda no Lar”, que já atendeu até o momento a 47.775 estudantes. Este número corresponde a 81,64% do universo de 58.516 alunos matriculados na Educação Infantil, Ensino Fundamental (e modalidade da Educação de Jovens e Adultos – EJA) da rede municipal de ensino.

As mais recentes unidades contempladas foram o Centro Municipal de Educação Infantil Professora Rosalba Dias de Barros (349) e nas Escolas Municipais Professora Adelina Fernandes (715) e Monsenhor José Alves Landim (578). A cesta básica é composta por 5kg de arroz, 3kg de feijão carioquinha, 2kg de açúcar, 1kg de macarrão, óleo de soja, 1 pacote de leite em pó integral, 1kg de farinha, 1kg de flocos de milho, 1 pacote de biscoito salgado, 1kg de sal, 1 pacote de café, e uma rapadura em tablete, totalizando 15kg.

A distribuição das cestas básicas é a forma que a gestão municipal adotou para compensar as perdas nutricionais que os alunos estão tendo em virtude da paralisação das aulas, por causa da pandemia de Covid-19. O Poder Executivo utiliza os recursos que seriam destinados às merenda escolar para comprar as cestas básicas.



Protocolo obedecido

Todas as entregas são feitas dentro do protocolo elaborado pela Secretaria Municipal de Educação, com o uso de máscaras, álcool em gel e com o devido distanciamento social. Cada unidade de ensino elaborou o cronograma de distribuição por turma e horário.

“Toda a equipe envolvida na distribuição das cestas tem feito um trabalho muito eficiente. Não é fácil conseguir atingir esse número de beneficiados em tão pouco tempo. Alcançamos mais de 81,64% dos nossos alunos. É uma logística complexa, mas temos um corpo de servidores muito capacitado. Agradecemos ainda a compreensão dos pais e responsáveis que estão cumprindo todo o protocolo sanitário”, destaca a secretária municipal de Educação, Cristina Diniz.

As gestoras das unidades de ensino beneficiadas também estão bem satisfeitas com o trabalho realizado. “Essas cestas vêm num momento em que a comunidade escolar está passando por muita dificuldade e os alunos estão precisando dessa substituição da merenda”, afirma a gestora administrativa da Escola Municipal Monsenhor José Alves Landim, Rafaela Costa Miranda Emerenciano. 

Para a gestora administrativa do CMEI Professora Rosalba Dias de Barros, Lígia Maria Cordeiro de Souza, a chegada dos alimentos tem um significado bem especial para os beneficiados: “Estamos em um período do ano onde as despesas diversas nas famílias se avolumam e oferecer alimentos de alta qualidade para famílias que estão passando por tantas dificuldades é muito significativo”, aponta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário