Detran

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Deputada Natália Bonavides entra com representação para garantir reaplicação do ENEM para estudantes prejudicados

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) apresentou no Ministério Público Federal (MPF), juntamente à bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara, uma representação para que o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2020 seja reaplicado para todos os candidatos e candidatas que não realizaram a prova, independente do pedido de justificativa. Além disso, a bancada petista está defendendo que aqueles candidatos que optem por não realizar o exame por conta da insegurança causada pela pandemia do Covid-19, sejam ressarcidos do valor pago pela inscrição.


Para a parlamentar, a maneira como o Governo Federal lidou com a aplicação do exame durante a pandemia foi irresponsável. “A forma como o governo Bolsonaro decidiu realizar a prova do Enem prejudicou milhões de estudantes. É inadmissível que os inscritos que não puderam comparecer aos locais de provas nos dias das aplicações sejam penalizados. A responsabilidade é do Ministério da Educação e não dos estudantes”, disse Natália.


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) anunciou que a abstenção ficou acima de 50%, número muito superior aos anos anteriores. No Rio Grande do Norte, dos mais de 129 mil inscritos, cerca de 60,5 mil faltaram ao primeiro dia de prova, sendo 46,9% dos estudantes.


“Nós sabemos que as alunas e os alunos das escolas públicas foram os mais afetados pela aplicação das provas em tempos de pandemia e sem a garantia de segurança. A consequência tende a ser um aumento no já desigual acesso à educação superior em nosso país. Precisamos agir para que essa desigualdade não seja ainda mais acentuada ", destacou Bonavides.

Nenhum comentário:

Postar um comentário