Detran

sábado, 6 de março de 2021

Mostra de Cinema de Gostoso deste ano ocorrerá entre 10 e 14 de março, e 36 filmes nacionais em formato virtual.




Por Emanuel Neri


Por causa da pandemia de Covid-19, este ano a Mostra de Cinema de Gostoso vai ser em formato diferente.

Entre os dias 10 e 14 de março, a Mostra de Gostoso, uma dos maiores eventos culturais do Nordeste, vai ser virtual/online, com acesso pelo celular ou computador. Você poderá assistir os 34 filmes da Mostra, na hora que quiser, pelo site www.mostradecinemadegostoso.com.br.

Todos os anos a Mostra de Cinema de Gostoso é realizada na paradisíaca Praia do Maceió, em São Miguel do Gostoso, em arena feita especialmente para este evento. Este ano será a 7ªMostra. Se a pandemia deixar, em novembro próximo será a 8ª Mostra, ao ar livre, na beira da praia.

A Mostra de Gostoso já faz parte do calendário de festivais de cinema do Brasil. Todos os anos, jornalistas, diretores e produtores de filmes, além de atores e atrizes, vem a São Miguel do Gostoso para este evento. A coordenação do festival é da Heco Produções, de São Paulo, sob a direção de Eugênio Puppo.

Dividida em segmentos específiicos, a Mostra de Gostoso tem como maior atração a Mostra Nacional, com seis longas metragens feitos entre 2020 e 2021. Atração que sempre desperta grande interesse do público, este segmento contará com seis longas de diversos diretores nacionais.

Fazem partes da Mostra Nacional os filmes Açucena, de Isaac Donato; Antena da Raça, de Paloma Rocha e Luis Abramo; Até o Fim, de Glenda Nicácio e Ary Rosa: Cavalo, de Rafhael Barbosa e Werner Sales: Cidade Correria, de Juliana Vicente; e Essa Terra é Nossa, assinado por um coletivo de quatro diretores.

Na sessão de curtas-metragens, passarão dez filmes. Um deles, Mestre Marciano, é dirigido por Igor Ribeiro e Rubens dos Anjos, que fazem parte do grupo Nós do Audiovisual, formado por jovens cineastas de São Miguel do Gostoso. Também haverá uma sessão específica com quatro filmes anteriores feitos por este grupo.



Uma das maiores atrações do evento deste ano será a Mostra Acervo, com filmes clássicos do cinema brasileiro. Um destes filmes será o imperdível Vidas Secas, de 1963, dirigido por Nelson Pereira dos Santos. Outro filme que deve ser visto é Bicho de Sete Cabeças, de Laís Bodanzky. Outros cinco filmes clássicos e imperdíveis passarão nesta mostra (ver programação).

Atenção para uma joia rara que passará na mostra deste ano. Trata-se do filme Boi de Prata, de Carlos Augusto Ribeiro Júnior, dos anos 70, filmado em Caicó, no Rio Grande do Norte. Embora tenha passado em poucas sessões, este filme é praticamente inédito do grande público. Vale a pena ver.

Como vocês podem ver, a Mostra de Cinema de Gostoso será exibida este ano em formato diferente, virtual/online, mas está recheada de bons filmes. Ai é torcer para que a pandemia de Covid acabe, ou que seja controlada pela vacina, para que, em novembro próximo, possamos voltar à Praia do Maceió.

Nenhum comentário:

Postar um comentário