Detran

quinta-feira, 24 de junho de 2021

CPI da COvid: 305 mil mortes aconteceram acima do que esperado, diz depoente

Os números
O epidemiologista e professor universitário Pedro Hallal, depoente ontem na CPI da Covid-19 no Senado, disse que 95.500 mortes poderiam ter sido evitadas se não tivesse tido demora na compra das vacinas da Pfizer e Coronavac.
Considerando todas as ações contrárias à vacinação, esse número cresce para 145 mil mortes.
Se as medidas não farmacológicas (uso de máscaras, distanciamento, etc…) tivessem sido adotadas no Brasil, 120 mil mortes teriam sido evitadas.
Já a médica Jurema Werneck, também depoente, afirmou que 305 mil mortes aconteceram acima do que esperado, no Brasil, no primeiro ano da pandemia

Nenhum comentário:

Postar um comentário