Detran

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Carlos Wizard não comparece à CPI da Covid e presidente pedirá sua condução coercitiva

O empresário Carlos Wizard não compareceu para prestar depoimento à CPI da Covid, nesta quinta-feira (17).
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso havia concedido habeas corpus para o empresário permanecer em silêncio na sessão.
O presidente da comissão, o senador Omar Aziz (PSD-AM), informou que irá solicitar a retenção do passaporte de Wizard pela Polícia Federal assim que ele retornar ao Brasil.
“Oficiaremos a um juiz criminal para que requisite autoridade policial apresentação da testemunha faltosa ou determinar que seja conduzido por oficial de Justiça, o qual poderá solicitar o auxílio da força pública”, disse Aziz.
Wizard alegou estar fora do País, nos Estados Unidos, por problemas de saúde na família.
Omar também se disse espantado com a "falta de respeito" de Wizard e que vai oficiar um juiz para determinar a condução coercitiva do empresário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário