Detran

quarta-feira, 9 de junho de 2021

Campanha contra influenza inicia terceira etapa nesta quarta-feira (09)

A Prefeitura do Natal começa a vacinar nesta quarta-feira (09) um novo público contra a influenza. Nesta terceira etapa estão incluídos doentes crônicos e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além da população privada de liberdade.



Os pontos definidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) para receber o imunizante na capital são 20 unidades básicas de saúde, o drive-thru do Ginásio Nélio Dias (portão 03) e o ponto para pedestres da Praça Augusto Leite, no Tirol. É necessário levar no ato da vacinação a caderneta vacinal, documento com foto e comprovante de residência de Natal. As pessoas com alguma comorbidade devem estar munidas de atestado médico para comprovar a existência da doença crônica e os profissionais também precisam apresentar os crachás de trabalho ou documento que mostre vínculo empregatício para receber a imunização.


Em 2021 a campanha acontece paralela à vacinação contra a Covid-19 e deve haver intervalo de 14 dias entre as aplicações. Quando coincidir o público-alvo das etapas, deve ser priorizado concluir o esquema vacinal da dose de Coronavac. Para o público que recebeu Oxford ou Pfizer, é possível receber o imunizante contra a gripe entre a primeira e a segunda dose, desde que respeite o intervalo preconizado pelo Ministério da Saúde.


"Como estamos em duas grandes campanhas de vacinação, é importante que a população atente-se aos prazos de intervalo entre as doses. A gente também pede aos públicos prioritários que observem a documentação comprobatória. Se você pertence a um dos grupos das etapas anteriores também pode comparecer a um ponto e se vacinar", comenta George Antunes, Secretário Municipal de Saúde.


O público de crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde da fase 1; bem como idosos com 60 anos e mais, professores do ensino básico e superior de escolas públicas e privadas contemplados na fase 2 também podem receber o imunizante durante a terceira fase da campanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário