Detran

terça-feira, 6 de julho de 2021

Envolvidos na Operação Judas terão de devolver R$14 milhões

O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas condenou os envolvidos no Escândalo dos Precatórios ao ressarcimento solidário do valor de R$ 14.195.702,82 (quatorze milhões, cento e noventa e cinco mil, setecentos e dois reais e oitenta e dois centavos) aos cofres públicos.

A Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa ajuizada pelo Ministério Público Estadual envolve os ex-desembargadores Osvaldo Soares da Cruz e Rafael Godeiro Sobrinho; e a ex-servidora do TJRN Carla de Paiva Ubarana de Araújo Leal e seu esposo George Luís de Araújo Leal.

O Caso 
Em 2012, promotores de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Natal com participação da Procuradoria-Geral de Justiça, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público (Caop-PP) e de policiais da Delegacia Especializada de Investigação de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deicot), deflagraram a operação Judas, que investigou irregularidades na Divisão de Precatórios no Tribunal de Justiça do RN.

Veja aqui a sentença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário