quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Justiça Eleitoral afasta dois vereadores de Parnamirim

A pedido do Ministério Público, a Justiça Eleitoral tornou réus e afastou os vereadores prof Ítalo (PSDB) e Rhalessa de Clênio (PTB) dos cargos por 180 dias.

Segundo o MPRN, além dos vereadores afastados são réus nas ações o ex-vereador Alex Sandro da Conceição Nunes da Silva, o ex-chefe de gabinete do vereador e presidente do Partido Solidariedade em Parnamirim Sandoval Gonçalves de Melo e o diretor do Clube de Futebol Visão Celeste, Danilo Rodrigues Peixoto de Vasconcelos; e, ainda, Antônio Alexandre de Souza Oliveira, Eduardo Pacheco Ramos, Gerlucio de Aquino Guedes e Érica Virgínia Linhares.

As denúncias do MPE são fruto da operação Dízimo, deflagrada no dia 18 de junho passado com o objetivo de investigar o cometimento de falsidade ideológica eleitoral, peculato e falsidade ideológica em Parnamirim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário