Home

_foto Douglas Luccena
                         Estamos confiantes de que 2022 será ainda mais promissor", afirma o presidente da ALE, Fulvius Tomelin.


Depois de registrar receita próxima a R$ 15 bilhões em 2021, a distribuidora de combustíveis ALE pretende superar essa marca neste ano, a partir da comercialização de 4 bilhões de litros de combustíveis. A meta da companhia é conquistar cerca de 300 novos negócios, entre postos e grandes consumidores (COF), segmento composto por empresas com alta demanda para abastecimento de frotas e equipamentos, locadoras de veículos, transportadoras, agroindústrias, mineradoras, fazendas, entre outras.

Em 2021, a ALE conquistou cerca de 290 novos negócios, entre postos de combustíveis com bandeira e grandes consumidores. Além disso, a companhia atendeu quase 5 mil postos "bandeira branca" no segmento spot. No total, foram quase 9 mil clientes atendidos durante todo o ano.

Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o mercado nacional de distribuição de combustíveis automotivos cresceu 4,9% em 2021. "O ano passado, quando celebramos 25 anos de atividades, trouxe resultados positivos em termos de faturamento e comercialização de combustíveis. Vários novos projetos foram implantados e seguimos investindo em novidades para os nossos revendedores e consumidores. Estamos confiantes de que 2022 será ainda mais promissor", afirma o presidente da ALE, Fulvius Tomelin.

Ele comenta que outro fato importante em 2021 foi a conclusão de uma operação de emissão de R$ 400 milhões em debêntures com prazo de quatro anos. A captação, a primeira assessorada pelo Bank of America localmente no Brasil, foi utilizada para alongamento de dívida.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner

Anúncio Publicitário

header ads