Home

O presidente Joe Biden disse nesta quinta-feira (03) que uma "ameaça terrorista ao mundo" foi removida quando o chefe do Estado Islâmico se explodiu, enquanto as forças especiais dos EUA atacavam seu esconderijo sírio em um "incrivelmente desafiador" ataque de helicóptero noturno. 

Biden disse que ordenou um ataque de tropas em vez de um ataque aéreo para minimizar as baixas civis, embora isso signifique "um risco muito maior para nosso próprio povo". Não houve vítimas dos EUA. 

A morte de Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurashi é o maior revés para o grupo jihadista do EI desde que seu antecessor, o mais conhecido Abu Bakr al-Baghdadi, foi morto em um ataque de comando dos EUA na mesma região síria de Idlib em 2019 . "A operação de ontem à noite tirou um grande líder terrorista do campo de batalha e enviou uma forte mensagem aos terroristas de todo o mundo: iremos atrás de vocês e os encontraremos", disse Biden em um breve e sombrio discurso da Sala Roosevelt da Casa Branca.

Biden disse que a casa visada durante a noite na cidade de Atme continha "famílias, incluindo crianças". "Quando nossas tropas se aproximaram para capturar o terrorista, em um ato final de covardia desesperada, sem levar em conta a vida de sua própria família ou de outras pessoas no prédio, ele escolheu se explodir", disse Biden.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner