Home

O ministro Milton Ribeiro entregou hoje seu pedido de exoneração ao presidente Bolsonaro.

Ele pediu para deixar o cargo após vir à tona um suposto favorecimento a pastores evangleicos na distribuição de verbas do ministério.

A existência de um "gabinete paralelo" integrado por pastores que controlariam verbas e agenda do Ministério da Educação foi revelado pelo jornal "O Estado de S. Paulo".

No seu lugar deve assumir o secretário-executivo do MEC, Victor Godoy.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner

Anúncio Publicitário

header ads