Home

Países ocidentais decidiram ampliar a oferta de armas para a Ucrânia. Autoridades de mais de 40 nações negociam novas entregas a Kiev, o que representa uma mudança de atitude: lideranças deixaram de enfatizar a defesa e passaram à ideia de auxiliar uma vitória ucraniana. A articulação ocorre após o governo russo mencionar risco “muito significativo” de uma guerra nuclear entre superpotências.

► A Alemanha anunciou sua primeira entrega de armamento pesado para a Ucrânia.

► A atenção global começa a se voltar para a Transnístria, região separatista da Moldávia, onde a Rússia é suspeita de forjar ataques para abrir uma nova frente de guerra.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner

Anúncio Publicitário

header ads