Home

A Petrobras, em continuidade ao comunicado divulgado em 23 de fevereiro de 2022, informa que, em reunião realizada nesta quarta-feira (13/4), a Assembleia Geral Ordinária (AGO) aprovou a remuneração aos acionistas relativa ao Exercício Social de 2021 no valor de R$ 7,773202 por ação (ordinária ou preferencial) em circulação. Esse valor inclui as antecipações já realizadas ao longo de 2021 e o dividendo complementar a ser pago a partir do dia 16 de maio de 2022.

O dividendo complementar equivale a R$ 2,8610762 por ação (ordinária ou preferencial) em circulação. Considerando a atualização monetária pela taxa SELIC de 31/12/2021 até hoje, esse valor tem um acréscimo de R$ 0,0811879 por ação. Desta forma, o valor total bruto a ser distribuído aos acionistas, considerando a atualização monetária até hoje, é equivalente a R$ 2,9422641 por ação.

O pagamento do referido dividendo complementar será realizado em 16 de maio de 2022, para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3, e a partir de 23 de maio de 2022, para os detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociadas na New York Stock Exchange – NYSE.

Os acionistas terão direito à remuneração, na seguinte forma:

1. A data de corte para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3 será hoje (13/4) e a record date para os detentores de ADRs será o dia 18 de abril de 2022.

2. As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e as ADRs na NYSE a partir de amanhã, dia 14 de abril de 2022.

A Política de Remuneração aos Acionistas pode ser acessada pela internet no site da companhia (http://www.petrobras.com.br/ri).

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner

Anúncio Publicitário

header ads