Home

A demissão do general Fernando de Azevedo e Silva do Ministério da Defesa, em 29 de março de 2021, ocorreu após o militar se recusar a cumprir uma ordem de Jair Bolsonaro: pôr o Exército nas ruas nos estados que, devido à explosão da Covid naquele mês, haviam decretado lockdown.

A revelação foi feita pelo próprio Bolsonaro ao ministro José Dias Toffoli, numa conversa na biblioteca do Palácio do Alvorada, em maio de 2021, e está reconstituída em "Sem máscara", livro que o jornalista Guilherme Amado lança pela Companhia das Letras, hoje, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, a partir das 19h.

FONTE:Ancelmo de Gois - O Globo


Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner